"Inapelavelmente, há que se valorizar a palavra, na sua mais elementar forma, como na essência da perfeição do seu significado. Revigorá-la é um imperativo. Com o júbilo da coragem e do amor.
A palavra emerge. Viva. Desentranhada dos pensares de quem faz poesia. (Cavalcanti Barros)

"A poesia é a música da alma e, sobretudo, de almas grandes e sentimentais". (Voltaire)

"A poesia está mais próxima da verdade vital do que a história". (Platão)

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Saudade de mim

Hoje acordei
com saudade de mim.
Saudade
da vida passada,
do que deixei de fazer,
da viagem adiada,
da promessa não cumprida,
do caminho evitado,
do livro não lido,
do poema não escrito,
da palavra mal dita,
do desejo frustrado,
do compromisso desfeito,
dos riscos que não corri,
do que perdi sem lutar,
do sonho não sonhado...
Acordei com saudade,
muita saudade de mim.

Copyright © 2009 By José Alberto Costa
All rights reserved.

Um comentário:

Teu Mell disse...

Nossaaaa eu tb acordei com saudades hj.. não só de mim.. mas de tudo que me levam ao meu encontro.. não sei se consegue me entender.. Parabéns, vcs são felizes por ter uma amiga com Valderez, eu admiro muito e sinto por não poder conhece-los no real.. Uma linda noite... estarei pedindo licença para postar os poemas em meu blog tb... fazer com que todos conheçam esse grupo maravilhoso de poetas.... beijos carinhososs e mais uma vez Val obrigada por existir em minha vida..
http://sonhosecrinhosdetimel.zip.net