"Inapelavelmente, há que se valorizar a palavra, na sua mais elementar forma, como na essência da perfeição do seu significado. Revigorá-la é um imperativo. Com o júbilo da coragem e do amor.
A palavra emerge. Viva. Desentranhada dos pensares de quem faz poesia. (Cavalcanti Barros)

"A poesia é a música da alma e, sobretudo, de almas grandes e sentimentais". (Voltaire)

"A poesia está mais próxima da verdade vital do que a história". (Platão)

terça-feira, 10 de março de 2009

Suas mãos

.

Suas mãos sobre as minhas
Quantas fantasias...
Percorriam na imensidão do desejo
Suave como a brisa.
Mãos que socorrem vidas,
Mudam destinos, operam maravilhas
Transmitem a energia do ser
O aperto do conhecer
Se envolver em bem querer....

.
Copyright © 2009 By Fatima Cuestas
All rights reserved

2 comentários:

Lys disse...

Cara amiga,
Que linda mãos....que lindos sonhos e que lindas poesias....Parabéns!...Beijos,
Lys

Sandredy Marzo disse...

ah Fafá...que lindo o seu poema! Continue escrevendo...não desista viu?!!! Beijos mil
Sandra